sábado, 4 de novembro de 2017

Ex-padastro assume autoria do crime contra a menor; ''assassino confesso'', diz secretário da SPP

Ex-padastro assume autoria do crime contra a menor; ''assassino confesso'', diz secretário da SPP

Imagem: blog NetoFerreira

Robert Serejo Oliveira, o ex-padrasto da garota Alanna Ludmila – encontrada morta e enterrada no quintal de casa (SAIBA MAIS) – já confessou à polícia que é o autor do crime.
Em depoimento a delegados que investigaram o caso, na sede do Comando Geral da Polícia Militar, ele admitiu o assassinato, além do estupro – negando a participação da mãe da criança, Jaciene Pereira.
Em entrevista coletiva, os delegados disseram que Robert revelou ter ido à casa onde estava Alanna já com o intuito de estuprá-la. Ele tinha uma chave e sabia que a criança estava sozinha.
Ao chegar ao local, o acusado encontrou a vítima apenas de toalha e blusa, quando, então, foi atacada, abusada e assassinada.
Ainda de acordo com os delegados, foi o próprio acusado quem retirou da casa uma mochila da garota, jogando-a num terreno no Paranã – o que acabou reforçando a tese de que Alanna poderia ter sido levada da residência.
secretário de Segurança Pública Jefferson Portela destacou que o ex-padrasto de Alanna, está enquadrado como ''assassino confesso'' qualificado, tipificação do crime. 
Por Gilberto Léda 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas