sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Bolsonaro diz que quer dar carta branca para policial matar


Bolsonaro diz que quer dar carta branca para policial matar

“Se alguns dizem que quero dar carta branca para o policial matar, eu respondo: quero, sim”. Foi o que afirmou  o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) em discurso nesta quinta-feira (14), na sua chegada a Manaus, no Amazonas, onde participou de evento com policiais militares.

“Policial que não atira em quem atira nele não é policial”, disse ainda o pré-candidato à presidência da República em 2018.

Bolsonaro afirmou que vai reivindicar o excludente de ilicitude. Com isso, seria retirado caráter criminoso do fato. É o que acontece, por exemplo, quando alguém mata em legítima defesa.

É ainda previsto no Código Penal o “estrito cumprimento de um dever legal”, quando, por exemplo, um policial está agindo pelo dever de defender a sociedade. Não há no mundo, porém, a prerrogativa de matar em qualquer circunstância e a pena de morte não é autorizada no País.

“Nós temos obrigação de dar uma retaguarda jurídica a esses bravos homens que defendem a nossa vida”, afirmou Bolsonaro. “Um país na bagunça, na balbúrdia, na zona em que se encontra não tem futuro.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas