domingo, 18 de fevereiro de 2018

LEIA O TEXTO: A RESPEITO DA INTERVENÇÃO MILITAR NO RIO DE JANEIRO E DEIXE SUA OPINIÃO.

Eu queria muito entender que tipo de drogas mofadas parte da sociedade brasileira está usando para tá comemorando essa tal "Intervenção Federal Militar", no Rio de Janeiro. É sério que tem gente acreditando que isso tem a ver com segurança pública e não com a Reforma da Previdência?

Vamos brincar de ligar os pontinhos:

1- Segundo Artigo VI e 34 da Constituição Federal, ficam vedadas as votações de Emendas Constitucionais enquanto perdurar esse decreto de intervenção no Rio de Janeiro.

Aí tu pensa, opaaaaaa, paralizaram o Congresso em plena votação da Reforma da Previdência que o governo do vampiro mais quer e a que mais ferra com os trabalhadores brasileiros e favorece ao capital privado, os lacaios de Temer? Uéééééer?!

2- Surge a bela e garbosa Miriam Leitão, sempre ela, no Bom Dia, Brasil, às 07hrs da matina, bem plena, dizendo que o Temer suspenderá  o decreto pra votação e em seguida o baixará de novo.

Uhhhum! Agora sim, explicou!

3- Com esse decreto ele fecha e abre o Congresso pra emendas quando quiser.

4- Abre, aprova o que quer, fecha, ninguém pode questinonar pq não pode se votar emendas. Nem ter novas rodadas de votações.

Uhum! Um abre e fecha bem conveniente pra passar tudo que quer sem chance de articulações ou oposição.

5- Vejam bem, se ele juntar o número mínimo de Deputados e aprovar a Reforma da Previdência numa tacada só, não há como questionar, emendar, nem ter mil rodadas de votações, nenhuma chance da oposição se articular, a população chiar, nem nada,  pq fecha de novo e não pode ter emendas. E vem a reboque com GLO (Garantia da Lei e da Ordem) vedando manifestações populares como cerejinha do bolo.

Opa, tudo dentro da legalidade! Não é golpe, as Instituições estão funcionando! Disse a Dona Carmem Lúcia, que preside o caberé dos deuses de toga, opa, STF.

6- Ele articulou, limpou todos os cofres do país, e conseguiu a maioria mínima necessária e vai pro tudo ou nada (que belezinha!).
Vamos lembrar que na Reforma Trabalhista ele tbm não tinha maioria. Perdeu na primeira rodada, na segunda, depois de 3 bilhões em dinheiro público colocados nos bolsos dos deputados, ele aprovou.
(E geral quieto, pq se reclamar é petista!)

7- Temer vai cessar o decreto, aprovar a reforma e fechar pra emendas e votações. Fim!
Assim, a seco e sem oposição.

AGORA COMO A SEGURANÇA NO RIO ENTRA NESSE BALAIO?

Na tática mais batida desde que o mundo é mundo: "seja um agente do caos, produza o medo, e as pessoas trocarão qualquer liberdade e direitos por segurança".

TUDO COMBINADINHO COM OS PARÇAS:

Temer- Pezão- Crivella, combinaram direitinho pra comer o caos solto no Carnaval de propósito. Ora, vejam bem.

LIGANDO OS PONTINHOS PARTE DOIS:

1- Pezão se reuniu com Temer pra traçar "o plano estratégico de segurança no carnaval".

Uhum!

2- Ministro da Justiça foi na tv com o governador e diz que tá tudo certo, e que "várias medidas serão tomadas".
Até a gratificação dos PM's foi prometida, 20 mil policiais nas ruas e blablabla.
(O prefeito foi só no facebook mesmo pq é mais rápido e ele tava arrumando as malas pras zoropa).

3- Numa coincidência ímpar, já começa a dar merda no primeiro dia de carnaval.
Arrastão aonde? Em Bangu?! Realengo?! Campo Grande? Na Maré?! Em Costa Barros?!
Nãããão, no Leblon, Ipanema, Botafogo, Flamengo e Copacabana.

Caraca, mlk, a bandidagem descobriu que a Zona Sul é o antro de turistas, cartão de visitas da cidade, e que lá tem supermercado Pão de Açucar, só agora em 2018 e resolveu roubar lá. Vish, o "plano estratégico" e a PM esqueceram da Zona Sul?! Que parada! Que coincidência!

4- Numa coincidência maior ainda, Pezão larga o Estado ao léu, vai pra Piraí descansar, e o Bispo feat Prefeito vai pra Europa.

5- Deu ruim, parça, o  Rio virou um caos!

6- Um dia depois do fim do carnaval Pezão vai na tv e admite que "errou" no planejamento, e substimou um milhão de turistas na cidade (mais do que nas Olimpíadas) e que não sabia que o carnaval no Rio bombava tanto.

7- Crivella continua no seu passeio.

8- Dois dias depois o governador da segunda maior cidade do país admite que não tem mais controle da segurança, do próprio Estado, dissolve sua própria cúpula de segurança e um general assume o poder no Rio, comandando todas as polícias - inclusive a Polícia Federal que tá investigando o Temer, no caso da venda de emendas pra favorecer empresários do setor de Portos! 🤔- .
General esse que foi pego de surpresa, segundo ele mesmo, e ainda reiteirou que "a situação do Rio não é tão alarmante, há muito circo midiático em cima, isso sim! (cê jura, moço?!)".

Eitaaa, até pros milicos eles esqueceram de avisar!

9- Temer baixa o Estado de exceção no Rio. Afinal, o Rio tá o caos, tá precisado.

A população aplaude e tira selfies com tanques e com fuzis de 1950 que matam de tétano a "bandidage" e não de tiro e garante a sanha das viúvas da ditadura (lembram né, criem o medo e o caos que a população trocará qualquer liberdade e direito por segurança. CHECK!).

A população mais pobre agora será exterminada dentro da legalidade!

Ufa! Já posso andar com meu celular na rua tranquila (inclusive pra escrever esse textão)!

10- Volte aos pontos 3, 4, 5, 6 e 7 do primeiro ligue os pontos.

Só coincidências felizes!
Rimos muito!
Reforma foi aprovada!
Zero resistência!
Tudo agora passa!
Escancarou caixa de Pandora!
Vai morrer muita gente!
O último a sair apague as luzes!

E a gente achando que quem tava mitando era a Paraíso do Tuiti!

Quando suspenderem os Direitos Humanos me avisem pra eu cair na clandestinidade.

Abs!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas