quinta-feira, 15 de março de 2018

Procurador investiga crime eleitoral de secretários de Flávio Dino



O procurador regional eleitoral com atuação no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco, abriu procedimento para investigar se o governo Flávio Dino (PCdoB) está usando sua estrutura administrativa para angariar apoio político para as eleições de 2018.
A informação é do blog do Neto Ferreira.
O caso foi denunciado à Justiça Eleitoral em fevereiro, pelo presidente estadual do Partido Republicano Progressista (PRP), ex-vereador Severino Sales. Ele protocolou na Procuradoria Regional Eleitoral, notícia de fato solicitando providências acerca das denúncias, de diversos deputados estaduais, de que auxiliares do governo estão usando a estrutura do o Executivo para angariar apoio político no interior do estado (reveja).
Os relatos dos parlamentares atingem diretamente o secretário de Estado da Agricultura, Márcio Honaiser (PDT), e o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares (PCdoB), ambos pré-candidatos a deputado estadual. Mas o pedido de providências do PRP cita, ainda, os secretários Márcio Jerry (PCdoB), da Comunicação e Assuntos Políticos; Marcelo Tavares (PSB), da Casa Civil; e Neto Evangelista (PSDB), do Desenvolvimento Social.
Em todos os casos, a denúncia é a mesma: secretários estão direcionando obras e ações do governo apenas a prefeitos e lideranças que lhes garantem apoio político nas eleições de 2018.
Para apurar o caso, Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco encaminhou expediente aos parlamentares que denunciaram os crimes eleitorais solicitando informações detalhadas sobre cada uma das ocorrências.
Além de Raimundo Cutrim (PCdoB), citaram crimes cometidos pelos secretários de Flávio Dino os deputados Vinícius Louro (PR), Josimar de Maranhãozinho (PR), Sérgio Frota (PSDB), Júnior Verde (PRB) e Stênio Rezende (DEM). Todos devem, agora, dar detalhes dos casos à Procuraodria Regional Eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas