domingo, 6 de janeiro de 2019

“Fuzilaram” o policial militar “jacundá” em Marabá, no Pará


O policial militar, Jessé Medina da Cruz, conhecido como “jacundá”, foi executado, na manhã de hoje (6), por volta de 11 horas, com mais de 10 disparos de arma de fogo, na rua Itacaiúnas, esquina com a José Cursino, em frente à Feira Coberta do bairro das Laranjeiras, na cidade de Marabá, sudeste do Pará. Muito conhecido na cidade, a morte de "Jacundá" está causando uma grande repercussão nas redes sociais e nas "rodas de conversa".
“Jacundá” era policial militar reformado. De acordo com as primeiras informações, o Cabo Medina estava em um bar, se divertindo com alguns amigos, em uma mesa de bilhar, quando teve o corpo crivado de balas. Ele morreu "na hora". Testemunhas afirmaram que o atirador chegou, pelas costas da vítima, efetuou o primeiro disparo, "Jacundá" caiu e foi alvejado com mais uns 10 tiros na região do tórax e cabeça.
Membro de uma família de vários irmãos, criado no bairro das Laranjeiras, desde criança, o Cb Medina despertava uma sensação de admiração e medo em algumas pessoas, mas, às vezes,  provocava ódio e revolta, em outras, devido ao seu modo "destemido" de resolver seus problemas pessoais. Após os disparos, não houve tempo para se acionar o socorro médico. O Departamento de Homicídios da 21ª Seccional de Polícia Civil está apurando as circunstâncias da morte de mais um policial militar no Pará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas