domingo, 20 de janeiro de 2019

Com o início do pré-carnaval, o melhor é ler a coluna Deu no D.O. com os contratos dos nossos animados gestores públicos para saber se há algum bloco de sujo que pode estragar a sua alegria. Na passarela estão as prefeituras de Imperatriz, Santa Luzia do Paruá, Pinheiro, Primeira Cruz, Alto Alegre do Pindaré, Vitória do Mearim e Nina Rodrigues. Mamãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero mamar…







Com o início do pré-carnaval, o melhor é ler a coluna Deu no D.O. com os contratos dos nossos animados gestores públicos para saber se há algum bloco de sujo que pode estragar a sua alegria. Na passarela estão as prefeituras de Imperatriz, Santa Luzia do Paruá, Pinheiro, Primeira Cruz, Alto Alegre do Pindaré, Vitória do Mearim e Nina Rodrigues. Mamãe eu quero, mamãe eu quero, mamãe eu quero mamar…
Carne – Pelo que reza o contrato assinado dia 10 de setembro a Construtora Construfort Eireli deve ter concluído o Matadouro Público de Santa Luzia do Paruá no último dia 11 de dezembro passado. A maminha saiu por R$ 649.164,19.
Sirene – No final do ano também encerrou o prazo para que a F Vieira da Silva Eireli fornecesse os veículos novos adquiridos por R$ 1.396.900,00 pela Prefeitura de Pinheiro para suprir as necessidades das unidades de saúde do município.
Cruzeiro – Já em Primeira Cruz, a Tridimensional Comércio e Serviços Eireli tem até novembro de 2019 para concluir o cais de embarque e desembarque de passageiros. No valor de R$ 560.714,97, o contrato foi celebrado no penúltimo mês do ano que passou. É como diz a canção, “navegar é preciso, viver não é preciso…”.
Travessia – Enquanto isso, a prefeitura de Alto Alegre do Pindaré embarcou R$ 3.660.916,11 na Ecolimp Saneamento e Serviços Ltda.- EPP para “construção e reforma” até o final de abril de ponte mista trilho-concreto. 
Rota tortuosa I – Em Nina Rodrigues o que demorou foi a rota entre as assinaturas de quatro contratos com a J.W.S. Prazeres – ME para a aquisição de equipamentos e suprimentos de informática e o Diário Oficial.
Rota Tortuosa II – No valor total de R$ 666.858,00, os ditos cujos foram celebrados em fevereiro e publicados somente no dia 8 de novembro. A dúvida é se todo o material chegou a seu destino até 31 de dezembro.
Na ponta da linha I – Mas para não perder o bonde, a prefeitura de Vitória do Mearim alugou R$ 2.870.124,00 em “automotores” e equipamentos para as secretarias de Planejamento, Saúde, Educação e Assistência Social.
Na ponta da linha II – De outubro a outubro, o caminho das pedras é feito pela F. Felipe Frazão Eireli- EPP, que carregou um contrato de R$ 333.276,00; e de novembro a novembro, pela Oriental Comércio e Serviços Ltda., com quatro somados em R$ 2.536.848,00.
Intestino solto I – E para garantir que a criançada matriculada nas creches e escolas de educação infantil não passe nenhum aperreio até o início de outubro próximo, a prefeitura de Imperatriz adquiriu R$ 528.905,00 em fraudas descartáveis.
Intestino solto II – O fornecimento ficou por conta das empresas Impel – Imperatriz Papéis e Comércio Eireli – EPP (R$ 42.850,00); LLG Comércio Serviços e Alimentos Eireli – EPP (R$ 123.600,00); M. do R. Castro Correa Eireli (R$ 55.275,00); A.D. de Sousa Serviços e Comércio Eireli –ME (R$ 152.380,00); e R.B. dos Santos Comercial – ME (R$ 154.800,00). 

Fonte: BLOG do Garone

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas